Banho de ervas na umbanda

Buscando por conhecimentos sobre Banho de ervas na umbanda? Neste post você irá aprender com detalhes como comprar as ervas e como fazer o banho de forma perfeita.

Os banhos são um dos métodos mais interessantes dentro da Umbanda. Este recurso segue o princípio de lavagens de chão, mas nas próprias pessoas. Todo colaborador de Umbanda é necessário no mínimo tomar banhos de ervas umbanda durante a semana antes da gira. Lembrando que esses banhos podem ser feitos em mais de um dia e com diversos fins. No banhos de ervas umbanda, podem ser usados tanto as ervas frescas, como secas. Vamos apresentar algumas informações importante relacionado aos banhos de ervas umbanda, para que serve e como funciona.

Banho de ervas na umbanda o que é?

Os banhos são recursos disponibilizado no Umbanda, eles são feitos para diversos objetivos, além de ter diversos tipos de banhos como descarrego energético, energização, fixação, entre outros. De modo geral, os banhos são rituais em que usa determinados elementos oriundos da natureza, de modo ordenado e com conhecimento de causa, com a principal finalidade de trocar a energia entre a natureza e o indivíduo, com o intuito do fornecimento de um equilíbrio mental e energético. Além disso, esses banhos de ervas era um elemento bastante importante para tratamento espiritual na umbanda, já utilizado pelos povos antigos para as principais finalidades, eliminar as vibrações negativas e adquirir vibrações positivas. 

Para que serve o banho de ervas na umbanda

Os banhos de ervas umbanda servem para limpar as energias negativas, livrando as pessoas de influências negativas, promovendo o equilíbrio pessoal e proporcionar um aumento na capacidade receptiva da ferramenta mediúnico, visto que os chacras serão livres. De maneira geral, possui uma extrema importância para equilíbrio e manutenção do corpo humano. Apesar do banho usar elementos materiais inseridos sobre o corpo física, a contraparte etérica serão sobrepostas nos chacras, aura e o corpo astral vão receber direto no Prana ou éter vital, e na parte astral de componentes densos. 

Como funciona o banho de ervas na umbanda

Todos sabemos os benefícios que as plantas e as folhas oferecem para o corpo. Esses elementos são uma boa alternativa para a saúde do organismos e um ótimo recursos para limpar e proporcionar uma renovação de energia. A prática de manter a uso de ingredientes naturais é um objetivo bastante antigo. Quando há um potencialização de algumas questões fundamentais por meio das plantas e ervas, já que podem proporcionar energias positivas para o corpo e eliminar as negativas. 

O banho deve ser jogado de forma suave sobre o corpo, da cabeça aos pés, com pensamentos que sejam voltados para as falanges que vibram nas ervas usadas, é necessário entoar um ponto cantado em que os guias são chamadas para vibração com as ervas usadas. Nestes banhos, podem ser usados diversas ervas de acordo com o tipo de banho, como alecrim, alfazema, bambu, camomila, entre outros.

 

Como fazer banhos de ervas na Umbanda?

Há dois métodos para preparar o banho básico na Umbanda, quente ou frio. Para o banho com ervas secas, é necessário utilizadas o banho quente, com respeito as regras para os itens a ser usados para o preparo por infusão ou decocção. Já para o banho com ervas frescas, é possível escolher entre ambos os métodos, tanto o frio quanto o quente. 

Para preparar o banho com água fria, é necessário separar as ervas frescas, colocar 1 L de água mineral e friccionar as ervas contras o nós dos dedos, como um método para extração do seu sumo. É necessário deixar repousando de 1 a 2 horas, no entanto, o recomendável é em 8 horas. Após atingir o tempo necessário, pode coar o que foi preparado e tomar o banho. É possível usar uma água fria com um pouco de água morna para proporcionar um banho agradável e uma boa temperatura para o corpo.

Para o preparo quente, é necessário separar as ervas, colocar em uma panela com no mínima 1 L de água mineral, levar ao fogo até ferver, desligue o fogo e derrame em um recipiente a água e as ervas, tampo e deixe descansar por cerca de 10 minutos. Enquanto nas ervas secas, deve ser analisado qual o tipo de erva usada no banho, como as raízes, cascas, sementes ou elementos duros, separados por decocção. Após isso, insira a água no fogo com as ervas mais duras, deixando ferver por 5 minutos. Em seguida, antes de inserir as flores ou folhas, precisa deixar repousar por pelo menos 2 minutos, chamando processo de infusão. 

Banho de 7 ervas umbanda: o que é?

Para atrair boas energias o banho de 7 ervas é bastante usado por pessoas que usam a espiritualidade, principalmente crenças no orixás e as divindades ancestrais da África. Esse banho serve para limpar todas as energias carregadas na mente e no corpo. Para esse banho é usado a espada de São Jorge, arruda, alecrim, guiné, comigo-ninguém-pode, pimenta e manjericão. Geralmente, esses rituais do banho de 7 ervas Umbanda são usados em virada de ano, mas variam de acordo com os templos, há alguns templos que não usam o banho de 7 ervas Umbanda ao final de ano. 

Quais as ervas para banho de descarrego na umbanda

Este tipo de banho, também é conhecido como desimpregnação energética como uma forma de livrar os indivíduos das energias negativas. De acordo com a vivência em diversos ambientas, há trocas de impressões com qualquer pessoa e como o mundo possui uma grande evolução espiritual, contando com uma enorme quantidade de energias negativas e todos os encargos vão se aderindo ao aura das pessoas. Por isso, é importante realziar os banhos de descarrego. Neste caso, há duas métodos de banhos do descarrego, com sal grosso e com as ervas. Para um limpeza espirital, cura e proteção energética, são usadas as ervas arruda e guiné.